TODOS QUE AMAM

22 de março de 2014

RECICLAGEM CONSCIENCIAL UM SENTIMENTO SUBLIMINAR











                                                                     


                                                                  Reciclagem Consciencial um Sentimento Subliminar 

Da ignorância a sabedoria...

Da emoção a serenidade...

Do medo a coragem...

Da inércia a ação...

Da alienação ao conhecimento...

Da covardia a responsabilidade... ...Um dia.

Nada acontece de repente, os anos vão passando, as experiência vão sendo vivenciadas, tropeços repetentes, muitas levantadas.

Cada um vive sua própria dor e vivencia o mesmo aprendizado de formas diferentes. A verdade é uma só, mas muda o referencial, a abordagem, a didática, o nível de consciência, etc. São tantos os caminhos...

A evolução se dá sempre, querendo ou não. Primeiro somos a ignorância e depois a reconhecemos em nós através das vivências pessoais até que possamos um dia superá-la.

Encontramos muitos mestres e muitos irmãos, que embora gostem de nós, não nos compreendem. Às vezes ou quase sempre é impossível relatar o que se passa por dentro de uma mente ou os caminhos tortuosos que ela percorreu até chegar onde está e entender porque ela é assim.

Cheia de sonhos talvez,

Cheia de desequilíbrios talvez,

Cheia de amor talvez,

Cheia de bem e de mal talvez,

Cheia de uma confusão de sentimentos desconexos, mas sempre perante uma vontade forte, firme e inquebrantável.

A serenidade e o equilíbrio são os frutos mais distantes na senda da espiritualidade sabendo-se da história da evolução humana diante das reencarnações, fatos, batalhas, desmandos e desordens e a humanidade hoje tem este como seu ponto mais fraco.

Nada justifica a fuga quanto a procura infinita, às vezes árdua do caminho da perfeição. Então o que fazer imediatamente?

O melhor que possa!

Faço eu o melhor que posso, claro, continuo errando as vezes, e as vezes sutilmente, enquanto outros matam e roubam, mas eu me pergunto: de que valho eu? Até os mestres erram, porque não eu?

Como é fácil criticar e difícil entender...

Deus dê-me forças para enfrentar o “inimigo” e dê-me ânimo para enfrentar os “amigos” e dê-me humildade para aquietar-me diante da visão dos erros daqueles que são melhores que eu sem disso perceber.

Meu mérito não diminui meus defeitos;

Meus defeitos não diminuem meu mérito!

Obrigado Deus por eu ter os dois, coragem para assumir um e forças para combater o outro.

Obrigado Deus pela coragem de assumir meus erros e a humildade de pedir perdão. Perdão a todos ou a qualquer um se por qualquer motivo ou dia eu o magoei ou fui egóico ou inconveniente. Perdão!
Fonte: consciencial.org                     

MAIS POSTAGENS

PODERÁ GOSTAR TAMBÉM