TODOS QUE AMAM

21 de janeiro de 2014

SEGUNDA PARTE DOS ENSINAMENTOS DE YOGANANDA!!

FAÇO LEITURA DO TAROT E NUMEROLOGIA PARA QUEM DESEJAR AJUDA, ORIENTAÇÃO, E TRATAMENTOS ALTERNATIVOS DE PRANA LUZ E COR. 

Yoga e Meditação
 2a. parte:
O que é Ashtanga Yoga?
Ashtanga Yoga foi desenvolvida através de partes dos ensinamentos de Patanjali. Em seu Yoga Sutra descreveu a yoga como tendo oito membros. Para alcançar o estado de perfeição é preciso atravessar ou cultivar todos estes membros.Ashtan significa “oito”, anga significa “membros”. Assim, como suas mãos, pés, cabeça, nariz e boca são “membros” do corpo, estes são os oito membros da yoga. Como todos estes membros juntos constituem o seu corpo, da mesma forma, todos estes membros juntos constituem a yoga. Ele diz queyama, niyama, asana, pranayama, pratyahara, dharana, dhyana, samadhi são os oito membros da yoga. As pessoas pensam que em primeiro lugar está yama, depois niyama, asana, e assim por diante. Mas esta não é a filosofia adequada. Como eu disse, mãos, pés, cabeça, barriga, e os outros juntos são os membros do corpo. Da mesma forma, os oito membros devem ser considerados juntos.
Por exemplo, yama significa disciplina, niyama significa regras, asana significa postura, pranayama significa respiração especial, dhyana significa meditação, e samadhi significa o estado de bem-aventurança divina. Todos os oito são usados em qualquer atividade. Por exemplo, quando você come, está praticando os oito membros. Para comer você precisa de disciplina, precisa mudar de roupa e lavar as mãos e o rosto. Existem regras – você precisa ir à mesa ou à cozinha para pegar a comida. Existem regras sobre qual comida você irá ou não comer. Existem algumas decisões ou escolhas. Você senta-se em uma posição específica; você não corre e come ao mesmo tempo. Você fica sentado em uma cadeira ou no chão em uma postura adequada. A sua respiração é especial enquanto você come. Quando engole a comida você prende a respiração, porque você não pode respirar e engolir a comida ao mesmo tempo. Ao comer, não fique olhando para os lados. Concentre-se no alimento, no sabor, observe a comida e mastigue-a. Retire a sua mente do mundo exterior. Pense no sabor, na qualidade da comida, e na forma como você come. Seguir estas práticas darão a você um estado meditativo e abençoado. Se você come em um clima de oração, isso lhe dará alegria. Meditação é oração em ação. Enquanto come, você pode praticar os oito membros da yoga ao mesmo tempo. Você desfruta a comida e obtém felicidade. Os oito membros podem ser aplicados aos oito passos da sua vida diária.
A meditação da Kriya Yoga é especificamente Chaturanga Yoga – pratyahara, dharana, dhyana, samadhi – retirar a si mesmo, concentrar-se, meditar e ser realizado.

Você poderia falar sobre Karma Yoga?
Karma Yoga é perceber a divindade através das suas próprias ações, a yoga em ação. Karmendriyaih karma yogamé a declaração no Bhagavad Gita (3:7), significando que Karma Yoga, a yoga da ação, é praticada através dos órgãos das ações. Deus nos deu uma boca para falar, mãos para dar e tirar, e pés para nos movermos. Estes são os órgãos das ações. Quando você fala, fale docemente, amorosamente. Não machuque os outros com palavras descontroladas, indisciplinadas. Fale cuidadosamente de forma ponderada. Isto é Karma Yoga. Falar com amor, falar o que é útil, falar o necessário e falar em consciência divina. Isto é a Karma Yoga da fala. Deus nos deu duas mãos. Com suas mãos você pode ajudar e servir aos outros. Você pode executar muitas atividades. Enquanto estiver fazendo o seu trabalho, nunca desenvolva nenhuma forma de ego ou orgulho. Sirva, ajude, e nunca machuque os outros; deixe que as suas mãos sempre estejam prontas para servir. As pessoas sofrem muito neste mundo. Se você puder encontrar algum tempo para servir e ajudar as necessidades dos outros, isto será um grande serviço para a humanidade, e um grande caminho para o autodesenvolvimento. Isso é Karma Yoga, a yoga da ação. Faça tudo como uma oferenda a Deus. Nunca desenvolva ego porque você está ajudando alguém. Seja humilde, amoroso e gentil. Essa é a essência do Karma Yoga.

Você poderia falar algo sobre Bhakti Yoga?
Bhakti Yoga é a yoga da devoção. As pessoas vão ao templo, igreja ou mesquita e oram a Deus da sua forma. Quando alguém vai à igreja e olha para a cruz, para a Virgem Maria ou para Jesus, ajoelha-se com as mãos postas, ora com o coração, canta a glória de Deus e desenvolve devoção interior por Deus – isto é conhecido como Bhakti Yoga. Existe um belo livro escrito por Sage Narada, Aforismos Sobre o Amor Divino.Sa tu parama prema rupa: Vê-se na forma de devoção, na forma do amor supremo.
Em Bhakti Yoga, você usa todos os seus órgãos dos sentidos para perceber a divindade. Com seus olhos, tente ver a beleza de Deus. Com seus ouvidos, tente ouvir a glória de Deus. Com sua boca, tente cantar a canção de Deus. Se você usa cada órgão dos sentidos para manifestar amor e devoção, então você estará fazendo Bhakti Yoga. No Viveka Chudamani (31-32), Adi Shankara escreveu um belo verso:

moksha karana samagrayam bhaktireva gariyasi
sva svarupa anusandhanam bhaktirityabhidhiyate

“Bhakti, ou devoção, é considerado como sendo o melhor de todos os significados de liberação.”

svatmatattvanusndhanam bhaktih iti pare jaguh

“Auto-investigação é a mais pura forma de devoção. Auto-investigação é conhecer a si mesmo.”

Swamiji, você pode por favor falar mais sobre auto-investigação?
Está escrito em um poema, “Conheça a ti mesmo, não presuma ser Deus o objetivo da pesquisa, o estudo apropriado da humanidade é o homem.” Conhecer a si mesmo é dito em sânscrito como atmanam viddhih. Você deve saber quem você é. Você deve conhecer a si mesmo.

chintaya mana ko’ham:  “Oh Mente, pergunte quem sou eu.”
vada aham so’ham: “Realize, diga que eu sou Ele, eu sou Isto.”

Quem sou eu? Eu não sou este corpo, não sou esta mente, não sou este ego, e nem este intelecto. Estou além de todos estes atributos. Eu sou consciência pura. Eu sou amor puro. Quando permanecemos neste estado, o estado de hamsa ou estado de  so’ham, ele entende que “eu sou a alma vivendo nesta casa do corpo.” Este é o estado de realização, o estado de calma. Este é o estado de devoção pura. 
Auto-investigação começa observando a própria respiração. Observe a respiração de forma que você possa observar a sua mente. Você pode ver a sua inquietação e aos poucos superá-la, entrando em um estado de calma. Na calma, você pode experimentar quem você realmente é. Observe que o seu corpo está constantemente mudando. A verdadeira natureza do seu Eu permanece imutável. O seu corpo, mente, emoções, tudo está mudando. Mas você, assim como a alma, é imutável e permanente.

Você poderia por favor falar sobre Jnana Yoga, ou yoga do conhecimento?
A yoga do conhecimento é conhecer a sua verdadeira natureza, a natureza temporária do mundo, a natureza mutável de tudo ao redor, e da natureza para o Divino, a unidade entre a divindade e a si mesmo. Isto é Jnana Yoga. O mundo em que vivemos é conhecido como jagat. Está mudando constantemente. O mundo hoje está diferente de ontem. O seu corpo é um pequeno universo, o pequeno mundo, e está mudando constantemente. Ontem era pequeno e agora está crescendo. Você vive neste mundo mutável, mas você é a alma imutável. Você é sat chit ananda: você é imortal, você é consciência pura, você é bem-aventurança. Esta é a qualidade da alma. Essencialmente, você e Deus são um e sempre foram um. Não existe tempo nem lugar onde não haja unidade entre Deus e você. Perceber esta unidade em cada estado é a yoga do conhecimento.

Swamiji, você poderia falar mais sobre a relação entrekarma, jnana e bhakti?
Karma, jnana e bhakti, ação, conhecimento e devoção, estão relacionados e causalmente conectados. Através dokarma, da ação, você desenvolve lentamente o conhecimento e a experiência. Através da experiência você desenvolve o amor. A ação leva ao conhecimento, e através do conhecimento você sente amor e devoção. Esta é a relação. Todos os três estão ligados de forma tão próxima que parecem ser um. Isto ékarma, jnana bhakti yoga. Assim como num doce (num bolo) existe açúcar, mas também proteína e gordura misturados. Da mesma forma, karma, jnana bhakti estão juntos. A Kriya Yoga é a integração do karma, jnana bhakti. Aqueles que praticam Kriya Yoga estão praticando ao mesmo tempo ação, conhecimento e devoção, o meio mais rápido para o sucesso.
continua amanhã...






MAIS POSTAGENS

PODERÁ GOSTAR TAMBÉM