TODOS QUE AMAM

21 de fevereiro de 2014

ESPIRITUALIDADE E VIDA DE CASADO

FAÇO LEITURA DO TAROT E NUMEROLOGIA FONE15 981 09 65 94 E 15 996 46 63 25




                                                                 







Espiritualidade e Vida de Casado

Swamiji, o que é casamento?
Casamento é uma união divina. Você pode ler na Bíblia sagrada que quando criou Adão e Eva foi a vontade de Deus continuar Sua criação através deles. Observando a natureza, os pássaros machos e fêmeas, animais, e até mesmo flores se unem no processo da criação. O casamento é uma bela instituição, uma bela oportunidade para que duas almas amorosas unam-se, não apenas para o prazer físico, mas também para levar a responsabilidade da vida em casal. Casamento em sânscrito é vivaha, vi vaha gham, que significa carregar uma responsabilidade especial ou dever, e cumprir todas as responsabilidades de maneira adequada neste mundo.
Casamento significa desenvolver autodisciplina. A mente humana é inquieta e sempre deseja prazer. Nunca está satisfeita, então para que mantenha a mente disciplinada e não permita que seja indisciplinada e corra por prazer, o indivíduo pode viver uma vida em família de forma moderada. O casamento é a união entre duas pessoas amorosas que se aceitam e se respeitam mutuamente, e se ajudam a crescer. 
Quando aceitamos uma pessoa como nossa parceira na vida, devemos estar prontos para servi-la incondicionalmente, ajuda-la a superar as suas fraquezas e estar apto a manifestar amor, devoção, compaixão, tolerância e paciência na vida em casal. Como a vida a dois é cheia de responsabilidades, é necessário ser fisicamente, mentalmente e emocionalmente equilibrado e forte. Aqueles que são mais equilibrados podem viver um casamento feliz. Na mitologia indiana todas as divindades, como Lakshmi e Narayana, Shiva e Parvati, Sita e Rama são casados, e no casamento cada um ajuda o outro; assim como duas plantas crescendo juntas, ou duas flores na mesma planta. O casamento pode ser mais belo se for aceito de maneira espiritual. O casamento não é apenas para o prazer físico ou para a satisfação dos sentidos; é para o cumprimento de deveres nobres, orações diárias e meditação. A técnica da Kriya Yoga é especialmente útil no casamento, na vida em família. Se você observar a linhagem dos mestres da Kriya, Lahiri Mahasaya, Swami Shriyukteswarji e Sanyal Mahasaya eram casados. Existem muitos professores de Kriya Yoga casados que se tornaram excelentes modelos de como viver uma vida espiritual no casamento.
A expressão, “este casamento é feito no céu” significa que a vida de casado leva à alegria celeste e à felicidade. O casamento pode levar mais alegria e paz à vida se os parceiros compartilharem mutuamente, assim como duas mãos ajudando com um coração compassivo. Através do casamento nós temos filhos e uma família maior, e aos poucos nos tornamos o protótipo da vontade de Deus, para continuar o processo criativo.
Quando o casamento se torna um meio de ter filhos, a nossa responsabilidade aumenta e existe um casamento espiritual interior. Eu sempre digo que o corpo e a alma estão casados entre si; o corpo é prakriti, feminino, e a alma é purusha, masculino. O corpo e a alma estão unidos em espírito, na respiração. O iogue, quando fisicamente casado ou não, percebe a união do corpo e da alma em cada respiração, e esta percepção do casamento, ou união, fornece mais amor, alegria e emancipação em cada respiração, em cada passo da vida. 

Swamiji, você sempre fala muito sobre a Índia. É bom seguir o antigo padrão de casamentos arranjados?
A Índia é um país antigo com milhares de anos de cultura e tradição, e um estilo de vida prevalece. Na mitologia antiga, e mesmo no Ramayana e no Mahabharata, o casamento acontecia de muitas formas. Algumas vezes o marido da filha era escolhido pelos pais, e outras vezes o jovem era convidado a conversar com a filha e após ver e ouvir o que cada um tinha a dizer, ela escolhia um. Este tipo de casamento era conhecido como swayamvara, auto-escolhido; a filha escolhia o seu marido. Na cultura indiana existe muita liberdade, mas também existem casamentos arranjados.
   Cada sistema possui seus benefícios e desvantagens. A vantagem dos casamentos arranjados é que os pais frequentemente conhecem os seus filhos, suas emoções, o que gostam e o que não gostam, muito mais do que os próprios filhos. Na fase juvenil as pessoas são muito emotivas, um pouco extrovertidas, e muito apegadas ao corpo, à beleza e ao prazer, e não olham para o casamento como uma grande responsabilidade, de um longo futuro, que durará até uma idade avançada. Quando os pais conhecem as tendências, hábitos, temperamentos, humores e gostos naturais dos seus filhos, podem tomar melhores decisões.
A taxa de divórcios no ocidente é muito maior do que na Índia. Isto não significa que todo casamento arranjado é bem sucedido. Nos casamentos arranjados o rapaz e a jovem não conhecem um ao outro. Então, o casamento é um grande excitamento, com muitas expectativas e sonhos. E quando eles estão unidos aprendem mais sobre o outro. Mais alegria surge ao começarem uma nova vida, que nenhum deles vivenciou antes, mesmo os prazeres físicos. A cultura indiana é diferente. O que é bom para a Índia pode não ser bom para o ocidente. O que acontece no ocidente é bom para o ocidente. Você não pode colocar a guia de um carro de boi em um automóvel, nem pode colocar o volante de um automóvel em um carro de boi. Cada um tem o seu local adequado, a sua própria beleza e seu charme.
Existe uma desvantagem em um casamento arranjado quando os recém casados não encontram tempo para se conhecerem, se respeitarem e se aceitarem. Pode haver conflitos de interesses que resultam em problemas. Seja um casamento arranjado ou quando o casal escolhe um ao outro, uma coisa principal deve ser enfatizada: eles devem aceitar um ao outro e não seguir o caminho do "beijar e chutar," mas o caminho da aceitação, caminhando juntos e crescendo juntos. No casamento hindu existe uma cerimônia conhecida como saptapadi. O marido e a esposa caminham sete passos, representando os sete tipos de propensões nos sete chakras. Vocês têm que andar juntos, de mãos dadas, lado a lado, ajudando uns aos outros. No casamento, a esposa e o marido complementam-se uns aos outros assim como a mão direita e a mão esquerda. A vida no mundo é mais bela quando eles se complementam bem.

Algumas vezes as pessoas consultam horóscopos antes de decidirem se casar. O que você acha disso?
A astrologia é realmente uma ciência sobre o conhecimento da mente, da vida no futuro e no passado do ser humano. Se for estudada de maneira adequada, pode revelar muito sobre o que uma pessoa pode ou não saber. Quando o horóscopo fala da natureza ou tendências de uma pessoa, ele pode dar dicas sobre o jogo. Vou dar um exemplo. Existem algumas combinações únicas entre os planetas, que quando identificadas no mapa astrológico, significam que existirá inevitavelmente uma separação. Se sabe-se anteriormente que haverá uma separação, por que passar pela dolorosa experiência? O horóscopo ajuda evitando o problema ou remediando a ação, logo, ele ajuda. Horóscopos correspondentes são bons, no meu ponto de vista, caso sejam feitos de maneira correta, com a atitude correta, por um bom e competente astrólogo.

Você fala sobre amor e compreensão entre pessoas casadas. Você poderia falar mais sobre a responsabilidade na vida de casados?
O casamento não é apenas para satisfazer desejos físicos e prazeres. É uma responsabilidade divina. Quando Deus criou, Ele criou em pares - pares de animais, e também Adão e Eva. É por isso que acreditam que Deus criou o casamento no céu. É preciso pensar sobre como viver juntos. Sejam como a língua e os dentes, que vivem juntos na boca, ajudando uns aos outros em todas as situações. Você deve viver neste mundo como duas mãos unidas, ajudando uns aos outros com cooperação e compreensão.
A vida em casal é um belo exemplo de como viver em harmonia e paz. Primeiro vocês são dois, um novo casal, e no tempo certo terão filhos, e o número aumenta. Se você realmente quer viver uma vida de alegria e amor, a família é um belo lugar onde você poderá fazer isso. Quando você quer ter um belo jardim, você planta árvores e flores e ele fica muito bonito. A vida em família é como um belo jardim, onde os pais são as grandes árvores e os filhos são as pequenas plantas que crescem. Todos coexistem juntos para criar amor e felicidade.
A vida em família é considerada o céu na terra. Existe mais compreensão entre os pais e existe mais amor entre pais e filhos. A vida em família ajuda a crescer não apenas para si mesmo. Ela fortalece e encoraja a ter filhos. Quando as pessoas decidem se casar, devem desenvolver mais força na mente, equilíbrio no coração, positividade, inspiração e pensamentos em seu intelecto. Devem manter a si mesmos ativos na vida em família, em corpo e mente, tendo Deus em seus corações, em oração e em amor. Isto faz com que a vida em família seja melhor.

Por que você acha que existem tantas dificuldades na vida em família no ocidente?
Eu vejo que o povo no ocidente possui muitas expectativas. Se suas expectativas são muito altas e não são realistas, elas podem nunca acontecer. Então o excesso de liberdade, gozo e prazer que existem na juventude do ocidente resultam nas suas mentes correndo para o desejo de ter ainda mais, mesmo na vida de casados. Se um jovem esteve com muitas mulheres, a sua mente pode não se satisfazer com apenas uma. Este terceiro aspecto eu tenho visto em seu ego. Se o ego é forte, um não se submete ao outro. Se duas pessoas se tornam muito egoístas, seu relacionamento não será amoroso, será cheio de brigas e conflitos.
Geralmente as pessoas do ocidente se casam, mas não querem ter filhos. Os filhos são um vínculo, um elo entre marido e mulher. Se o casal não quer ter filhos, mas busca apenas algum prazer, ajuda ou amizade, então o casamento não começa com a atitude correta. O casamento apenas será bem sucedido se o elo de amizade tornar-se mais forte; não deve ser uma amizade de tempo bom, que apenas funciona no tempo bom, mas não suporta um ao outro na chuva, ou no mau tempo.
No ocidente também há menos tempo para se dedicar ao outro. Existe muita pressão para trabalhar; todos estão acostumados a trabalhar tanto, mesmo marido e mulher. Um casal que é parceiro de trabalho possui menos tempo, então quando eles voltam do trabalho estão exaustos, cansados; eles não têm tempo para sentar-se juntos, compartilhar um com o outro, compartilhar seu amor. Não existe tempo, então o casamento falha. Estas são algumas das minhas observações.

Como podemos corrigir esta situação?
Para corrigir a situação, devemos entender o problema ou erro. Eu sempre digo que o problema não foi feito para o problema, mas sim para a sua correção. Se sabemos quais são os problemas na vida em família no ocidente, se compreendemos uns aos outros, se compreendemos nossas mentes um pouco mais, podemos facilmente superar ou evitar problemas. Por exemplo, é preciso mais equilíbrio e harmonia para uma vida conjugal saudável. Orar e meditar juntos ajuda a alcançar o equilíbrio e a harmonia. Se o casal medita junto, pode encontrar mais alegria e amor, e o casamento será mais bonito. Também precisamos diminuir o nosso ego e as nossas emoções. Se, por alguma razão, alguém está nervoso e chateado e nos tornamos nervosos e chateados em resposta, a raiva se multiplica e a crise piora. Quando uma pessoa está no calor do momento, não é bom que o outro seja muito frio. Quando alguém está muito emotivo, o outro deve estar equilibrado, então os problemas podem ser mais facilmente evitados.
Um casamento pode ser mais forte e frutífero se existe o interesse comum em viver em felicidade, paz, consciência em Deus e piedade. Esteja feliz com as conquistas do outro. Isto será muito mais belo e divino. O melhor caminho para resolver os problemas é quando o marido e a mulher sentam-se para conversar, ao invés de agravar os problemas; "uma discussão a tempo evita mais nove;" se os passos adequados são tomados no tempo adequado, os problemas da vida conjugal podem ser facilmente evitados. 

Você poderia dar conselhos práticos para as pessoas casadas?
Eu falei exaustivamente sobre casamento, mas ainda darei alguns conselhos práticos. Primeiro, apreciem um ao outro. Em segundo lugar, veja o bem no outro. Em terceiro, se você encontrar algum erro no outro, não enfatize ou insista nele, ao invés disso, de forma amorosa, ajudem-se mutuamente. Em quarto lugar, contente-se. Muita expectativa leva ao descontentamento, então estar contente pode tornar a sua vida muito mais fácil. Em quinto lugar, sabemos que um casal casado constituindo uma família necessita de coisas materiais e financeiras, mas não fique muito obcecado buscando por elas. Quando buscamos demais por coisas materiais, desperdiçamos o nosso tempo presente, que é valioso. Nós temos pouco tempo para estar com os outros, para interagir, compartilhar as nossas emoções, sentimentos e amor. Então, não fique louco por posses materiais; estabeleça um limite para as conquistas materiais. Em seguida, traga Deus para o seu casamento. Aceite que é a vontade de Deus que vocês estejam juntos e preencha isso com a vontade de Deus vivendo juntos de uma forma amorosa. Quando você traz Deus para a sua vida, compreendendo que a sua esposa ou marido está na sua vida pela vontade de Deus, então Deus se torna o verdadeiro vínculo e ligação. Então, façam a maior parte do seu trabalho juntos. Se um dos dois estiver cozinhando, o outro pode estar cortando vegetais; se um estiver limpando, o outro pode estar passando a roupa, se um estiver cortando a grama, o outro pode limpar a casa por dentro. Desta forma, ambos estarão trabalhando juntos, e vocês compreenderão um ao outro, e ninguém estará mandando no outro. Ambos serão como duas mãos igualmente ativas, igualmente ajudando e trabalhando.
Suponha que o seu esposo ou esposa esteja doente. É melhor servi-lo ou servi-la do que deixar a encargo de outras pessoas. Se for necessário internação, esteja presente. Nos momentos de doença, miséria física ou dificuldades mentais, precisamos de companhia, então seja uma boa companhia. O próximo conselho é que comam juntos. Não dependam da comida de restaurantes ou comida pronta. É bom cozinhar e comer juntos, conhecer o gosto um do outro e preparar a comida de acordo.
Procure também estar em casa para receber o seu marido quando ele voltar do trabalho. Quando você o recebe de forma amorosa, ele sente o quão ansiosamente você esperava por ele. O marido deve fazer o mesmo com a esposa. Sempre demonstre apreciação ou entregue um bilhete de agradecimento. Eu vi verdadeira gratidão escrita e afixada na casa de uma família que eu visitei. Eles escreveram como suas vidas não seriam assim sem o outro. Ao lerem estas frases todos os dias, o seu amor aumenta. Lembre-se, a principal coisa é o amor. Quando existe amor, existe unidade, compreensão, e harmonia, então leve amor para a sua vida.

O que é melhor, se casar ou permanecer celibatário?
A mesma pergunta foi feita a Jesus quando ele estava falando sobre as dificuldades da vida de casado. Alguém disse a Jesus que é melhor não se casar. Ele disse, "Você não deveria falar assim." É bom que a maioria das pessoas se casem porque a maioria delas não consegue manter-se em celibato. Se o celibato fosse o verdadeiro objetivo na vida, então Deus não teria criado Adão e Eva. Observe o seu próprio temperamento, humor e necessidades, e tome ações de acordo com isso. Não importa para mim se a pessoa se casará ou se permanecerá em celibato. Eu disse muitas vezes que o casamento é, assim como um jardim, bem protegido como uma cerca. Se houver uma "cerca" no casamento, então um vê o outro e ajuda o outro e existe menores chances de queda. Na vida de solteiro ou de celibatário, se a pessoa não for firme e forte o suficiente, existe a possibilidade de problemas ou quedas, então é melhor que a pessoa se case. Se a pessoa for forte o suficiente, equilibrada e orientada em seu objetivo, ela pode manter-se em celibato. Para a espiritualidade, não importa se a pessoa é casada, solteira ou se está em celibato. A vida espiritual depende da sua própria transformação interior, então é igualmente possível em ambos os estilos de vida.

Você sempre fala sobre boa companhia e sobre como boas companhias podem nos tornar bons. O que é verdadeiramente boa companhia?
O que eu digo é que boa companhia o tornará bom, e a má companhia o tornará mau. Seja cuidadoso com más companhias, e procure estar em boas companhias. Boa companhia possui muitos significados diferentes. O primeiro significado é estar na companhia de boas pessoas que irão inspirar você e um bom ambiente onde você desejará ser uma pessoa melhor. A vida humana é como o solo: se você quer cultivá-lo bem, deve remover todas as pedras e rochas, todas as ervas daninhas, arar e semear a terra e irrigá-la; então você terá plantas saudáveis e uma boa colheita. Da mesma forma,  a companhia de pessoas nobres, de mesma opinião, espirituais, humildes e honestas, nos ajuda a sermos boas pessoas. Professores espirituais são também boas companhias. Eles nos guiam no caminho da devoção e da espiritualidade. Os pais também são boas companhias. Para os filhos, os pais são as pessoas mais bem-intencionadas. Eles sempre querem que seus filhos cresçam e tornem-se pessoas boas com boa educação, sem maus hábitos, e que sejam humildes e nobres. Com bons livros como o Bhagavad Gita, os Upanishads, a Bíblia ou outros livros de elevado valor espiritual, é possível obter maior força interior e isto conduz a uma vida melhor.
Este é o significado de boa companhia. Se a pessoa for cuidadosa e inteligente, pode se beneficiar da boa companhia todos os dias. É dito nas escrituras:

kshanamiha sajjana sangatireka
bhavati bhavarnava tanane nauka

"Um momento de boa companhia permitirá que você cruze o oceano do mundo." (Adi Shankara, Bhaja Govindam 13)
Esta citação foi escolhida por Swami Shriyukteshwarji, meu amado guruji. Pela boa companhia, podemos superar fraquezas interiores e vícios, e nos tornarmos boas pessoas.

Neste mundo de inquietação e extroversão, onde encontramos boa companhia?
Acho que você está perguntando sobre amizade ou companhia. Sim, é verdade que o mundo é inquieto, os órgão dos sentidos são extrovertidos, e a mente também é inquieta, mas se você realmente tentar mudar a si mesmo e se tornar uma pessoa melhor, então certamente você encontrará boa companhia. Existe um provérbio, "Pássaros de uma mesma espécie voam juntos." Quando uma criança vai para a escola, ela entra em contato com muitos tipos de amigos. Com eles, ela desenvolve amizade próxima com apenas algumas pessoas. Se você é cuidadoso ao selecionar seus amigos, você terá boas companhias.
Não existe escassez de bondade na sociedade. Cada ser humano possui boas e más qualidades; existem Pandavas e Kauravas. Se você tentar ser bom, então as boas qualidades se manifestarão em você. A paz, o amor, a alegria e a felicidade virão até você. Se você deseja ser mau, então as más qualidades virão até você. A raiva, o ego, a inveja e todas as más qualidades dominarão você. Torne-se a sua própria boa companhia. Tente mudar a si mesmo e sempre tente encontrar coisas boas no mundo, boas ideias, bons pensamentos e boa inspiração nos seus arredores. Você com certeza encontrará boas pessoas, bons amigos. Na minha vida, começando na minha família e por fim no ashraml, eu encontrei muitas pessoas boas que tem me ajudado na minha vida espiritual e na minha vida pessoal. Tente ser bom e você terá boa companhia.

Eu quero uma companhia, mas não consigo encontrar ninguém que seja como eu. Devo buscar por alguém inferior?
É o seu ego que faz você pensar que é bom e que todos os outros são maus. Este é o primeiro erro; então tente mudar a si mesmo. Você não encontrará ninguém na criação divina que seja igual a você; porque cada um é único. Mesmo gêmeos possuem naturezas diferentes, então tentar encontrar uma pessoa como você será realmente difícil. Primeiro seja mentalmente equilibrado, estável, forte, espiritual, amoroso, gentil e compassivo, e ore a Deus por bons amigos. Se você quer sinceramente um amigo ou uma companhia, você encontrará. Muita gente acha que não pode encontrar boas pessoas. Por que não? Onde eu vou encontro muitas pessoas boas, então por que você não pode? Você deve se esforçar; boas pessoas estão em todos os lugares e você também pode encontrar um bom amigo. Se você não está conseguindo, aguarde pacientemente e tente fazer de você mesmo uma boa pessoa. Se você for realmente uma boa pessoa, poderá tornar as outras  melhores. Se você é forte, amoroso e gentil, então com certeza você poderá mudar muitas pessoas e quem vier até você, será uma boa pessoa. Ao invés de buscar por bondade nos outros, tente desenvolver a bondade em si mesmo. Este é o meu pedido humilde. Por favor, tente ser bom, então você encontrará a bondade nos outros.

É bom que pessoas casadas pratiquem Kriya Yoga?
Babaji desejou reviver a Kriya Yoga e trazê-la às pessoas que vivem no mundo. Por centenas de anos a Kriya Yoga foi praticada e preservada por monges e pessoas sagradas e muitos que viviam nas cavernas dos Himalaias. Mas a Kriya Yoga é destinada especialmente a pessoas que vivem no mundo, que possuem menos tempo. Seguir a prática da Kriya Yoga as ajudará a se desenvolver no caminho espiritual em um curto período. A Kriya Yoga é muito boa para pessoas que vivem no mundo, incluindo as pessoas casadas. Elas podem meditar por um curto período de tempo e observar quem está trabalhando interiormente nas atividades mundanas. Elas podem praticar kri yaKrisignifica atividades e ya significa a alma, o poder de Deus, que os ajuda no trabalho. Quando Babaji ensinou Lahiri Mahasaya, ele era um chefe de família, casado, vivia em família e trabalhava. Ele continuou a praticar a Kriya Yoga e ensinou as pessoas, e quase todos os seus discípulos, exceto quatro dos cinco monges, eram chefes de família. Na Índia existem muitos professores chefes de família. No ocidente existem muitos professores chefes de família que também vivem em família, meditam, e estão em estágio avançado no caminho da Kriya. A Kriya Yoga é boa para chefes de família, para pessoas que estão ocupadas na vida. Ela os ajudará a crescer espiritualmente..










MAIS POSTAGENS

PODERÁ GOSTAR TAMBÉM